Entendo por um cruzamento, sempre como um passe. Nunca um cruzamento pode ser enviar a bola para a área e esperar que o caos decida, na procura de disputas pela bola. Isto é procurar a sorte. Procurar o aleatório. Entenderei a necessidade, aliás concordo, de entregar algum caos à própria organização, mas como o treinador do Tottenham disse, um caos organizado. Deverá ser  dada as condições para quem cruza – ou seja, a menor oposição possível, o portador da bola ter espaço para observar e executar. Realço a importância da imprevisibilidade, ou seja, resolver diferente, não manter um padrão, criar incertezas na linha defensiva que procura defender possível cruzamento. Tudo isto é precisamente o o oposto daquilo que a equipa Italiana produziu no jogo decisivo frente à Suécia.

No fundo, o futebol será um jogo de enganos. Tens de enganar o adversário, de o fazer pensar que vais executar de forma x, engoda-lo, e fazer de forma y. Assim se quebram organizações e se fazem golos. Assim se surpreende. Assim farás com que o adversário responda à tua execução e não antecipar a tua execução. Entre antecipar e responder ao  estímulo do adversário, a distância é enorme  – milésimos de segundo fazem a diferença.

Itália passou grande parte do jogo a apostar nas bolas para a área. Sem resultados práticos, equipa sem ideias. Suécia sempre bem posicionada com contenção + cobertura, e linha defensiva preparada para atacar a bola de frente. Itália continuou a errar, na busca das bolas para a área, como o fez desde o início do jogo.  Um futebol previsível…9 em cada 10 jogadas acabavam no corredor lateral com uma bola metida dentro da área adversária…

O que pensará o mestre Sarri ao ver a sua querida Itália a produzir um futebol assim? Com certeza, depois de a história ser feita, de tantos anos seguidos a marcar presença na competição…Creio ser hora de reformular ideias e conceitos no futebol Italiano…

Vídeo de como a Itália tentou marcar a sua presença no mundial. Repetidos cruzamentos. Repetidas bolas para a área. Talvez procuravam ajuda divina…